Júri Melhor Longa-Metragem

PRÉMIOS E JÚRI | AWARD AND JURY
PRÉMIO DO JÚRI | JURY AWARD 2018
MELHOR LONGA-METRAGEM | BEST FEATURE FILM
ANA BORGES
COMISSÃO PARA A CIDADANIA E IGUALDADE DE GÉNERO | 
COMMISSION FOR CITIZENSHIP AND GENDER EQUALITY

É especialista em Questões de Género, tendo um Mestrado em Estudos sobre as Mulheres pela Universidade Aberta, uma Pós-graduação em Estudos de Género, pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, e uma Licenciatura em Relações Públicas e Publicidade pelo INP: Instituto de Novas Profissões. É Técnica Superior na Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género.
She is a specialist in Gender Issues, having a Master’s Degree in Women’s Studies from the Universidade Aberta, a Postgraduation in Gender Studies, from the Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Universidade de Lisboa, and a Bachelor’s Degree in Public Relations and Advertising by INP: Instituto de Novas Profissões. She works at the Commission for Citizenship and Gender Equality.

CARLOS NATÁLIO
CRÍTICO DE CINEMA E PROGRAMADOR | FILM CRITIC AND PROGRAMMER

Lisboa, 1980. Com formação nas áreas do Direito, Cinema e Ciências da Comunicação, tem exercido actividade sobretudo nas áreas da crítica de cinema, programação e investigação. Fundou em 2012 o site de cinema português, À pala de Walsh e mantém desde 2009 o seu blogue Ordet, onde escreve sobre cinema, cultura contemporânea e arte. É membro da Associação de Investigadores da Imagem em Movimento e co-editor da Aniki: Revista Portuguesa de Imagem em Movimento. Interessado na relação entre cinema e pedagogia, área na qual prepara a sua tese de doutoramento, tem colaborado desde 2015 com a associação Filhos de Lumière. Escreveu em 2016, no âmbito do projecto CinEd-European Cinema Education for Youth, o caderno pedagógico dedicado a “O Sangue”, de Pedro Costa. Em 2017 co-editou o livro “O Cinema Não Morreu: Crítica e Cinefilia À pala de Walsh”. No prelo está também o caderno pedagógico dedicado ao filme “Aniki-Bóbó” de Manoel de Oliveira.

Lisbon 1980. Trained in Law, Cinema and Communication Sciences, he is currently a film critic, programmer and researcher. In 2012 he created the Portuguese cinema site À Pala de Walsh and in 2009 the blog Ordet, where he writes about films, contemporary culture and art. He is a member of the Moving Image Researchers Association and co-editor of “Aniki: Portuguese Journal of the Moving Image”. Interested in the relationship between cinema and pedagogy, the topic of his ongoing PhD thesis, he cooperates since 2015 with the organization Filhos de Lumière. In 2016, under the CinEd-European Cinema Education for Youth project, he wrote the pedagogic notebook dedicated to the film “O Sangue”, by Pedro Costa. In 2017 he co-edited the book “O Cinema Não Morreu: Crítica e Cinefilia à pala de Walsh”. His pedagogic notebook dedicated to the film “Aniki-Bóbó” by Manoel de Oliveira is in press.

MARIANA GAIVÃO
REALIZADORA | FILMMAKER

Realizadora nascida em Lisboa, 1984. Estudou Fotografia no Ar.Co e Realização na Escola Superior de Teatro e Cinema. Desenvolve desde 2007 trabalho como montadora de cinema, tendo colaborado em filmes de Marco Martins, João Pedro Rodrigues, João Salaviza e Serge Treffaut, entre muitos outros, percurso após o qual se tem vindo a centrar na realização. A sua primeira curta-metragem, Solo, venceu, entre outros, o prémio para Melhor Curta-Metragem do Festival Du Nouveau Cinéma de Montreal. A sua filmografia inclui “First Light”, carta branca encomendada para a abertura da 42a Edição do Festival Du Nouveau Cinéma, “Surface Tension”, curta-metragem apoiada pela Fundação Calouste Gulbenkian e ICA (em pré-produção), e a co-produção luso-alemã “A Tale of Two Cities”, em rodagem.

Filmmaker born in Lisbon in 1984. She studied Photography at Ar.Co and Film Directing at Escola Superior de Teatro e Cinema. Since 2007, she has been working as film editor, collaborating on films by Marco Martins, João Pedro Rodrigues, João Salaviza, Serge Treffaut and others. After that she began directing her own films. Her first short film was “Solo” which won, among others, the award Best Short Film at the Festival Du Nouveau Cinéma of Montreal. Her work includes, among others, “First Light”, an original idea commissioned for the opening of the 42nd edition of the Festival Du Nouveau Cinéma; and “Surface Tension”, short-film supported by the Fundação Calouste Gulbenkian and the ICA (in pre-production). She is currently shooting “A Tale of Two Cities”, a Portuguese-German co-production.