O Festival

om-11x8_150dpi.jpgA aventura de fazer os Olhares do Mediterrâneo começou no início de 2013 e nasceu da vontade de trazer a Lisboa um festival semelhante ao Films Femmes Mediterranée, o nosso modelo inspirador. A ideia foi acolhida e acarinhada por várias pessoas que se empenharam pessoalmente na concretização do projecto e pelo CRIA (Centro em Rede de Investigação em Antropologia), sem o apoio do qual nada disto teria sido possível. Objectivo inicial e principal: mostrar em Lisboa filmes em que mulheres dos países do Mediterrâneo tenham tido um papel fundamental na equipa criativa.

Volvidos quase quatro anos, e graças ao envolvimento e aos contributos dos diversos membros deste grupo, o conceito evoluiu e assumiu contornos próprios. Realizámos três festivais multidisciplinares de três e quatro dias, dois ciclos de cinema espanhol com o apoio do Instituto Cervantes e a Embaixada de Espanha e fomos duas vezes ao Shortcutz Lisboa.

Consideramos que há espaço na vida cultural lisboeta para um festival com este âmbito e com este formato e vemos como nossa maior riqueza a abertura para uma evolução que vá para além da soma dos contributos de cada um dos seus elementos. É nossa intenção prosseguir este projecto concretizando actividades que espelhem e promovam a enorme diversidade da cultura da bacia do Mediterrâneo nas suas diversas manifestações artísticas, bem como acolhendo e partilhando este espaço através da formação de parcerias com pessoas, entidades ou projectos que se identifiquem connosco e vejam em nós uma mais-valia.

Dessa partilha surgirão mais projectos e mais Olhares. O futuro mostrará até onde nos levarão estes diferentes Olhares.

O Festival Olhares do Mediterrâneo é um projecto conjunto do Grupo Olhares do Mediterrâneo e do Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA) CRIA_White